Artigos

Um dia…

afirmação-de-fé

Um dia a paz e a justiça coroarão nossos mundos sonhados, como eternos namorados; um dia a paz e a justiça sepultarão todos os arsenais; um dia a paz e a justiça serão as palavras finais; um dia a paz e a justiça tirarão de nossos lábios a palavra guerra; um dia a paz e a justiça brindarão o azul deste céu chamado terra; um dia a paz e a justiça acabarão para sempre com a fome; um dia a paz e a justiça serão, para sempre, de todas as nações, o novo nome. Porque um menino nos conduzirá!

Carlos Alberto e Inês de França Bento e Paulo Roberto Rodrigues em Culto Arte – Celebrando a vida. Ed. Vozes – Petrópolis, RJ – 1999

Anúncios
Artigos

Afirmação de fé baseada nas Escrituras

afirmação-de-fé

Este é o evangelho que recebemos, no qual perseveramos, e pelo qual somos salvos, se continuarmos firmes nele: que Cristo morreu pelos nossos pecados segundo as Escrituras, que foi sepultado, que ressuscitou ao terceiro dia, e que apareceu primeiro a Maria Madalena, depois a Pedro, e aos doze apóstolos, e depois a muitas testemunhas fiéis. Cremos que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo. Jesus Cristo é o primeiro e o último, o princípio e o fim; ele é o nosso Senhor e nosso Deus. Amém.

1 Coríntios 15.1-6; Marcos 16.1-9; Mateus 16.16; Apocalipse 22.13 e João 20.28

Artigos

Jesus é o Senhor

afirmação-de-fé

Por isso, vos faço compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus afirma: Anátema, Jesus! Por outro lado, ninguém pode dizer: Senhor Jesus!, senão pelo Espírito Santo.

1 Coríntios 12.3

Artigos

Ó Deus da luz

afirmação-de-fé

Ó Deus da Luz, conduz a nós teu povo por um caminho cheio de sol, onde a justiça seja colhida com as mãos, a terra produza frutos onde todos possam comer, onde haja moradia, trabalho, educação, saúde e oportunidade para todos. Onde os limites e muros sejam substituídos por canteiros de flores, onde sejamos todos irmãos e irmãs. Que o Sol aqueça sempre nossas vidas e dissipe de nossa terra a escuridão. Amém!

Culto Arte – Celebrando a vida. Ed. Vozes – Petrópolis, RJ – 1999 – adaptado

Artigos

Credo segundo Pedro

afirmação-de-fé

Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito, no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão, os quais, noutro tempo, foram desobedientes quando a longanimidade de Deus aguardava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca, na qual poucos, a saber, oito pessoas, foram salvos, através da água, a qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo; o qual, depois de ir para o céu, está à destra de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, e potestades, e poderes.

1 Pedro 3.18-22