Poesia

Decadência

Sou ser decadente
Sem futuro certo
De passado doente
De presente incerto

Declino sobre mim
A conjugação finita,
Mediocridade, enfim.

Percebo-me findado,
Vejo-me decomposto
Um poema mal ritmado.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.