Poesia

É preciso reconhecer a solidão

É preciso reconhecer a solidão,
no vazio da cidade de São Paulo,
para perceber que meu coração,
inquieto, se move por todos os lados.

Em mim, pássaro selvagem,
voa ao sabor do vento,
pousa nas soleiras das casas
e alimenta-se nos sorrisos
cativantes e serenos
das mulheres.

Coração, tua solidão, teu vôo,
teu pouso, teu alimento, tudo
habita em mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.