Poesia

Fio d’água

Fonte seca, entulhada
Alma quieta, calada
Versos na profundidade
Palavras sem atividade

Voltam os versos,
O que fazer?
Voltam os sonhos,
Quero-os viver?

Fio d’água a correr
Palavras a nascer
Voltar a viver
É voltar a escrever

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.