Poesia

Benditos sejam

Benditos sejam
os que apontam
dedos acusadores!
Benditos sejam
os que se escondem
na covardia do anonimato
para acusar-me!
Benditos sejam
os que se fazem
passar por outros,
fazendo da mentira uma arma!
Benditos sejam
os que tentam,
por palavras, me intimidar!
Benditos sejam,
pois despertam em mim
a vontade de crescer,
pois revelam a mim
a fraqueza de suas almas,
pois demonstram em si
a indignidade de sua fé,
pois confidenciam a mim
a covardia de seus corações.
Benditos sejam!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.