Litúrgias

Ano litúrgico A – 4 – Tempo Comum – 14 – 21° Domingo no Tempo Comum

Ano litúrgico A – 21º Domingo no Tempo Comum – Cor litúrgica: Verde – Leituras: Êxodo 1.8—2.10; Salmo 124; Romanos 12.1-8; Mateus 16.13-20

 

Processional

Prelúdio

Saudação (Gálatas. 1.3,5)

Que a graça e a paz de Deus, o nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam com vocês! A Deus seja a glória para todo o sempre! Amém!

 

Oração de Adoração

Chamada a Adoração (Romanos 1.2-4)

Oficiante: Há muito tempo essa boa notícia foi prometida por Deus,

Povo: por meio dos seus profetas, e escrita nas Escrituras Sagradas.

Oficiante: Ela fala a respeito do Filho de Deus, o nosso Senhor Jesus Cristo, o qual, como ser humano, foi descendente do rei Davi.

Povo: E, quanto à sua santidade divina, a sua ressurreição provou, com grande poder, que ele é o Filho de Deus.

 

Cântico Congregacional

Chamada à confissão (Salmo 124.8)

O nosso socorro vem do SENHOR Deus, que fez o céu e a terra.

Cântico Congregacional

Oração silenciosa

Oração de confissão

Declaração de perdão (Salmo 124:6-7)

Oficiante: Demos graças ao SENHOR, que não deixou que os nossos inimigos nos destruíssem.

Povo: Como o passarinho, nós escapamos da armadilha do caçador. A armadilha quebrou, e ficamos livres.

 

Saudação da paz

Cânticos de Louvor

Oração por iluminação

Leitura do Antigo Testamento Êxodo 1.8—2.10; Salmo 124

Leitura do Novo Testamento Romanos 12.1-8; Mateus 16.13-20

Proclamação da Palavra Êxodo 1.8—2.10; Salmo 124; Romanos 12.1-8; Mateus 16.13-20

Afirmação de fé O amor de Cristo (Romanos 8.35, 37-39)

Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

 

Ofertório

Cântico Congregacional

Oração de Intercessão

Convite à mesa (“Trigo e pão” – Luiz Carlos Ramos em Culto Arte – Celebrando a vida. Ed. Vozes – Petrópolis, RJ – 2000)

Que o trigo em pão, memória do corpo do Salvador, seja para nossas vidas o vigor e o alimento para o nosso sonhar constante e nunca desfalecer nas lutas; que a cor viva do vinho, lembrança da vida de Cristo, reviva as esperanças da nossa fé para que o dia-a-dia nos seja plena harmonia.

 

Oração do Senhor

Instituição da Ceia do Senhor

O Partir do Pão

Comunhão do povo

Oração após a Comunhão

Envio (Romanos 12.2)

Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.

 

Bênção

Amém

Poslúdio

Pastorais

Avisos

Recessional

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s