Poesia

Beiradas do tempo

Eu espero pelo dia de amanhã,
quando eu não terei que me esquivar
dos olhares e comentários
e poderei receber a plenitude do seu amor.

Eu espero pelo dia de amanhã,
quando poderei aquietar meu coração,
deixando para trás as beiradas do tempo
e fazendo o seu com o meu, o nosso tempo.

Eu espero pelo dia de amanhã,
quando abraços, beijos, caricias, carinhos,
sussurros, sorrisos e versos serão fruto
do tempo que teremos para nos amar.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.