Poesia

A flor da presença

Em ruas vazias, tão engarrafadas.
Em dias solitários, tamanha multidão.
O vazio de estar ao teu lado
mas não ser teu.
O vazio de versos calados,
não declamados.

Mas no vazio do não-presente
escuto a voz do sim-futuro.
Vejo olhar do amanhã,
recebo o abraço da esperança.
No vazio da tua ausência
ainda floresce a flor da presença.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.