Poesia

Ao desejo confesso

Um desejo confesso
ainda é desejo,
apesar de descoberto.

Um desejo confesso
será sempre um desejo,
por mais que professo.

Um desejo confesso
será sempre um desejo.
Será sempre meu.
Será sempre desejo.
Será sempre seu.
Será sempre sonho.

Até o dia que
a janela se abrir
e eu voar, voar, voar.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.