Poesia

Do gris fez-se luz

No gris da segunda-feira da minha vida
brilhou uma luz que despertou os meus sentidos.
Eram seus olhos, mas eles não olhavam para mim…
Mesmo assim o brilho do seu olhar
iluminou meu dia, com a beleza
que só você, em toda sua força,
meiguice e alegria, consegue me passar.

Contemplei seu olhar, mergulhei no seu sorriso,
viajei no seu semblante, sonhei no seu corpo.
Você transformou meu gris numa luz suave,
delicada, bela, atraente, inebriante.
Inebriado, saí de mim, voei,
e por um instante me vi nas nuvens.
Você me faz sonhar…voar…voar…voar…

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.