Poesia

Perdido eu

Quis esquecer, apagar da mente e recomeçar,
mas seu olhar me prendeu num instante
e por um momento pensei respirar a liberdade
dos que amam e não tem nada a temer.

Então lutei contra aquilo que desejava,
entreguei meu coração ao vazio
e mergulhei no fundo da minha alma,
sem perceber que ao me perder, me achava.

Perdido, busquei a luz dos teus olhos
e encontrei o gris de um sorriso pálido
me convidando para cantar e dançar
coisa que não quis, por não ter o que desejo.

Desejei, sonhei, acordei e desacordei.
Tentei me reerguer, sublimar, apagar,
calar a voz de um coração perdido.
Perdido eu, em você…
você…
você…
você…

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.