Poesia

Alheio aos fatos do coração

Como não te notar,
quando invades o ambiente?
Rompe todo o silêncio,
invade os meus olhos com toda tua presença.
Teus lábios, teus cabelos, teu corpo,
tudo em ti é lindo.

Te ver, te desejar, te querer
e não poder tocar, sentir.
Enlouqueces meu coração,
desorientas meus sentidos.

Quem me dera poder consumar este sentimento.
Possuir-te em meus braços e te entregar meu amor.
Fazer feliz meu coração, realizado os meus sentidos.
Consumar os teus sonhos, saciar os teus desejos.

Nunca! Sei que nunca vou poder!
Tenho que ficar alheio aos fatos do coração.
Silenciado pela dor que corre em minhas veias,
despedaçando o meu coração!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.