Poesia

Trovadoreu

Por ti sou tal qual fenhedor:
O fôlego me consome,
suspiro diante do esplendor,
ante a ti, tudo some!

Um dia hei, tal qual precador,
com ousadia declarar-me!
arranco do peito a dor,
antes que a paixão inflame!

Neste dia, então, serei entendedor:
namorado, e como de costume,
me entregarei com mui ardor,
inebriado por teu perfume.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.