Conto

Eu ainda penso em você

Eu ainda penso em você. Todos os dias, ao acordar e ao me deitar para dormir. O que fazer? Você parece ter me jogado fora da sua vida. Como se eu nada tivesse sido.

Tivesse sido. Esse é o problema. Eu fui, não sou. Serei? Quem sabe? Só sei que eu ainda penso em você. Quando algo bom acontece, você é a primeira pessoa com quem quero partilhar. Quando algo ruim acontece, é com você que quero desabafar.

Desabafar. Nem lembro quando foi a última vez que desabafei. Agora engulo. Daí, nada acontece, fica só o maldito silêncio a me torturar. Eu ainda penso em você. Se fosse só pensar, eu sonho, desejo e quero você. Mas do que adianta? É só silêncio. O desejo grita, a vontade berra e o sonho insiste em não despertar, fica esperançosamente adormecido em mim.

Esperança. Tenho vivido da esperança de estar com você, ser seu, vivermos juntos o que sempre sonhei. Mas nada acontece, o tempo não passa, você não me responde e eu fico aqui, inerte, preso em meus pensamentos.

Pensamentos. Eles chegam do nada e se instalam. Onde você está, agora, além daqui dentro de mim? Eu me pergunto todo dia, toda hora. Você sorriu hoje? Você chorou? Foi amada? Não param os pensamentos.

Pensamentos.
Eu ainda penso em você.
Eu só penso em você.
Eu, só você.
Eu. Você.
Eu.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.