Conto

Perdida

Ai meu Deus, onde ela está? Perguntava-se enquanto percorria cada uma das alamedas à procura de Beatriz. Disse a ela para não desgrudar de mim. A quantidade de pessoas era tamanha que procurá-la era quase uma missão impossível. Entre um stand e outro ela focava os olhos para baixo, procurando aqueles cabelos enrolados e vestidinho azul com detalhes de flores, bordados pela avó.

Entre um livro e outro, aquela pequena menina estava sentada, lendo, do alto de seus quatro anos, um livro ilustrado de fábulas de Jean La Fontaine, que pegou da estante por causa do belo coelho colorido desenhado na capa. A cada página que virava, ela inventava histórias da própria imaginação, que ia contando para si mesma e que ninguém ouvia no meio do barulho dos adultos, em pé, meio que sem notá-la.

Depois de quase uma hora procurando, ela avista um cabelo enrolado se mexendo entre dois adultos. É ela! Correu para o stand e se deteve um pouco antes de entrar, reparando no jeito da filha. Deu a volta lentamente, de maneira que pode vê-la de frente. Viu os olhos de sua filha brilhando a cada virada de página e sua pequena boquinha mexendo-se enquanto apontava para o livro. Contemplando aquela cena, lembrou-se quando a mãe a levara a uma livraria. Lembrou-se de como ela se encantara com aquele monte de livros.

Voltando de suas lembranças, agachou-se e, agachada, foi em direção à sua filha. Quando chegou na frente dela, sorriu, sentou-se e ficou ali, contemplando a filha lhe contar, desde o início do livro, as histórias que saiam de sua pequena e fértil imaginação.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.