Conto

Café da manhã

O barulho do trânsito não o incomodava. Estava em pé, na calçada, esperando-a chegar. Estavam sem se ver há tempos. Parecia uma eternidade. Haviam combinado de se encontrarem para um café, coisa rápida, de no máximo vinte minutos, disse ela. Agora ele estava ali, em pé, esperando-a. O vento suave, por vezes gelado, e o barulho da avenida não o incomodava. Nada seria capaz de incomodá-lo naquela manhã.

Fixou no horizonte seu olhar e reconheceu ao longe os contornos dela. Seus cabelos balançando suavemente enquanto caminhava, os ombros à mostra. Começou a andar em sua direção. De repente, ele a vê correndo em sua direção. Sua saudade era tamanha, seu amor tão imenso, que sentiu as pernas bambas. Ela o abraçou, se olharam nos olhos. Eu te amo, eu não vivo sem você, disse ela. Ao som daquelas palavras, ele sentiu todo seu corpo estremecer. Ele tinha tanto para dizer, não conseguiu falar muito, sempre sonhou ouvir eu te amo dela, e agora ouvia e sentia que nada mais na sua vida interessava. Queria que o tempo parasse e queria ter a certeza de que aqueles momentos não terminariam nunca. E não são eternas as lembranças do amor, posto que o amor é eterno?

Conversaram por cerca de vinte minutos. Tomaram um café, trocaram olhares, carinhos, sem que ninguém os visse, sem que o mundo fizesse sentido, como se aquele momento fosse a eternidade. Os olhares, os gestos, os carinhos, o perfume, as roupas escolhidas especialmente para aquela manhã, tudo mostrava que o sentimento que despertara um dia, há muito tempo, estava mais vivo do que nunca. Sabiam que não tinham muito mais tempo juntos. Sabiam que não poderiam, ainda, ficar juntos. Você promete que me espera? Promete que não me apaga de você? Disse ela com a voz embargada, ao que ele, olhando em seus olhos, respondeu o tempo não pode vencer o que é eterno.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.