Poesia

Aos mestres, sem carinho

Muito ouvi de vós,
muitas vozes no mesmo tom!

Dizem libertação. Oprimem!
Dizem liberdade. Oprimem!
Dizem justiça. Oprimem!
Dizem Reino de Deus. Oprimem!
Dizem verdade. Oprimem!
Dizem pensai! Oprimem!
Dizem produzi! Oprimem!

Muito falais,
muito pedis,
porém do que falais
nada fazeis.

Pobres mestres, revelaram a nós, míseros alunos, a verdade dolorida:
que da palavra dos mestres nada tiramos proveito,
visto que entre suas vidas e seus discursos
há um abismo intransponível!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.