Poesia

Alienígena

Hoje decidi: vou me alienar.
Não vou votar consciente.
Não vou questionar o errado.
Vou aceitar calado
o que me for proposto.

Hoje decidi: vou parar de aprender.
Resolvi não sofrer.
Resolvi inaprender.
Resolvi me entregar,
cansei de reclamar.

Hoje decidi: vou me alienar.
Não vou criticar.
Não vou respirar.
Não vou viver.

Entrego-me à ignorância,
mansa e suavemente,
sem pudor,
sem temor,
sem tremor.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.