Sermões

A vida é mais que se manter vivo

Esboço do sermão pregado na Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara em 31 de julho de 2016, texto bíblico do 18º Domingo no Tempo Comum.


Introdução

  • Viver é mais que manter-se vivo
  • A vida vai além de prover as necessidades básicas para se manter
  • A sociedade gira em torno do consumo para a satisfação pessoal
  • Em que está firmada sua vida?
  • Qual a sua maior preocupação para com o futuro?
  • Se esta noite, Deus pedir a tua alma, o que tens para quem será?

Leitura Bíblica: Lucas 12.13-21

Nesse ponto, um homem que estava no meio da multidão lhe falou: Mestre, ordena a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas Jesus lhe respondeu:
Homem, quem me constituiu juiz ou partidor entre vós?
Então, lhes recomendou:
Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui.
E lhes proferiu ainda uma parábola, dizendo:
O campo de um homem rico produziu com abundância. E arrazoava consigo mesmo, dizendo:
Que farei, pois não tenho onde recolher os meus frutos?
E disse:
Farei isto: destruirei os meus celeiros, reconstruí-los-ei maiores e aí recolherei todo o meu produto e todos os meus bens. Então, direi à minha alma: tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te.
Mas Deus lhe disse:
Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?
Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.

Explicação

Quanto ao Livro

  • Escrito entre 60-63dC.
  • Destinado aos cristãos de fala grega.
  • Autoria tradicionalmente atribuída a Lucas

Anterior ao texto

  • O fermento dos fariseus: a hipocrisia
  • Algumas admoestações:
    • Não dizer nada às escuras
    • Não temer a morte
    • Estamos nas mãos de Deus, que nos sustenta
    • A importância de confessar Jesus diante dos homens
    • Ao enfrentar perseguição, o Espirito Santo nos ensinará o que dizer

Posterior ao texto:

  • A ansiosa solicitude da vida (paralelo de Mateus 6.25-34)
    • Onde está o teu tesouro aí estará o teu coração
  • Parábola: do servo vigilante

Quanto ao texto escolhido

  • Relato exclusivo de Lucas
  • O questionamento do homem no meio da multidão:
    • Possivelmente não era discípulo, mas um homem da multidão.
    • Devia estar preocupado com o não cumprimento de Deuteronômio 21.17: Mas ao filho da aborrecida reconhecerá por primogênito, dando-lhe dobrada porção de tudo quanto possuir, porquanto aquele é o primogênito do seu vigor; o direito da primogenitura é dele
    • Ele queria que Jesus tivesse se posicionado como um rabino ou juiz da época, o que o mestre renegou.
  • Jesus desvia o foco do problema da herança e revela o problema maior daquele homem: a ganância.
  • Jesus conta a parábola do rico insensato: um ensino direto de Jesus, não uma historinha que se conta.
  • Síntese da parábola: “A riqueza é considerada nessa parábola como meio para providenciar uma vida despreocupada por muitos anos, como se a continuidade da vida dependesse apenas de comer e beber” Fritz Rienecker. Comentário Esperança, Evangelho de Lucas (p. 275). Curitiba: Editora Evangélica Esperança.

Tendo o cenário de Lucas em mente, vamos compreender a mensagem de Jesus por meio da parábola do rico insensato. Vamos aprender que a vida é mais que se manter vivo e que sua vida não é o que você tem, não é seu saldo bancário e não é seu patrimônio.

A vida é mais que se manter vivo e

Sua vida não é o que você tem

  • Leitura: v. 15a
  • Frases de aplicabilidade:
    • Vida boa não tem a ver com ser rico
    • Não seja um acumulador
    • Como você se relaciona com a cultura de consumo?
  • Aplicação: Como você se relaciona com a cultura de consumo dita quem tem primazia na sua vida. Tome cuidado com a avareza, com o apego às questões materiais. Elas não controlam sua vida.
  • Ilustração: A construção de nossas Igrejas ao preço de doações e esforços múltiplos
  • Conclusão: Cuidado para não se enveredar pelo caminho da avareza. Não permita que o desejo de ter tome conta de seu coração. Confie que Deus sustenta sua vida.

Sua vida não é seu saldo bancário

  • Leitura: v. 15b
  • Frases de aplicabilidade:
    • Confiamos demais em nosso saldo bancária
    • Todo dinheiro é pouco
    • Quanto custa um dia a mais de vida?
  • Aplicação: Não confie sua vida no saldo bancário. A vida é mais que dinheiro na conta. A vida é mais que nossos recursos financeiros.
  • Ilustração: O sustento dos pastores e missionários da IPI do Brasil
  • Conclusão: Quem aquele que tudo provê? Quem aquele que nos garante a vida? Confie em Deus, ele é o Senhor de tudo e nos sustenta em toda e qualquer circunstância.

Sua vida não é seu patrimônio

  • Leitura: v. 20-21
  • Frases de aplicabilidade:
    • O que você tem entesourado?
    • Sua preocupação com o amanhã é legítima?
    • Se hoje o Senhor pedir a tua alma, o que você tem para quem será?
  • Aplicação: Precisamos confiar quem é que sustenta nossas vidas. Quem é o Senhor de tudo o que temos e que define a nossa identidade.
  • Ilustração: IPIB e a Igreja dos Milagres nos primeiros anos de sua existência
  • Conclusão: A nossa vida não está firmada em nosso patrimônio, mas sim naquele que tem nossas vidas em suas mãos.

Conclusão

  • Em que está firmada sua vida? Não confie nos recursos deste mundo, confie no provedor e criador de tudo o que há. Firme sua vida em Deus.
  • Qual a sua maior preocupação para com o futuro? Não ande ansioso quanto ao seu futuro. Uma vez resgatados por Deus, cremos que ele tudo provê. Não quero dizer com isso que deva deixar de se preocupar com sua aposentadoria, mas sim, planejar e poupar, mas estar certo que tudo provem de Deus.
  • Se esta noite, Deus pedir a tua alma, o que tens para quem será? De que te adianta conquistar o mundo e perder a vida?

 

  • A vida é mais que se manter vivo: sua vida não é o que você tem: Cuidado para não se enveredar pelo caminho da avareza. Não permita que o desejo de ter tome conta de seu coração. Confie que Deus sustenta sua vida.
  • A vida é mais que se manter vivo: sua vida não é seu saldo bancário: Quem aquele que tudo provê? Quem aquele que nos garante a vida? Confie em Deus, ele é o Senhor de tudo e nos sustenta em toda e qualquer circunstância.
  • A vida é mais que se manter vivo: sua vida não é seu patrimônio: A nossa vida não está firmada em nosso patrimônio, mas sim naquele que sabe tudo o que acontece conosco e nos tem em suas mãos.

Reverendo Giovanni Alecrim
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s