Artigos

Ele sabe ser mistério, sem ser misterioso

Texto publicado originalmente em Renovare Brasil


Olá você!

Gilberto Gil, abre aspas: “mistério sempre há de pintar por aí…se eu sou algo incompreensível, meu Deus é mais”.  Está certo o grande poeta da música popular brasileira, Deus é mistério, bem mais complexo e incompreensível do que eu e você. As nossas representações dele não captam toda sua profundidade. Por mais capazes que fôssemos de descrevê-lo, sempre nos escaparia algo. Ele transcende até mesmo a nossa mais aguçada compreensão. Apesar de mistério, não é misterioso!

Misterioso é aquele de quem nada sabemos, um ser vivendo nas sombras de quem pouco pode se dizer. Não se revela, não se deixa esclarecer por nenhuma luz, mantêm-se propositadamente escondido. A convivência com alguém misterioso assim, sempre será dilacerante. Dele pode vir algo inesperado?  Suas reações, seu modo de agir desconhecido pode nos surpreender?  É confiável? Seu caráter nos transmite alguma segurança? A angústia do não saber se transforma em desconfiança e esta dilacera a essência da relação.

Deus consegue ser mistério sem ser misterioso. Nele coabita o lindo equilíbrio entre se revelar e manter-se oculto. Tem uma relação de equidistância para conosco: nunca está tão revelado, tão exposto, a ponto de dizermos, já o compreendemos totalmente; mas por um outro lado, não se encontra tão oculto a ponto de sentirmos que dele nada sabemos. Revela-se, permanecendo mistério absoluto. Dá-se a conhecer, nos deixa saber quem é, sem contudo, nos dar a certeza de que já o entendemos em sua plenitude. Quem disser, eu já o conheço totalmente, prova apenas que nunca o encontrou. Quem dele nada sabe, é digno de compaixão, por não ter visto ainda a enorme variedade dos seus rastros, dos sinais reveladores que podem ser encontrados em tudo quanto existe.

Aos que já o “viram”, meu conselho é: mais contemplação! Quanto mais o olhamos, mais ele nos escapa ao olhar.  Aos que nunca o “viram”, igualmente mais contemplação, para poder enxergar este Deus mistério absoluto e ao mesmo tempo amoroso o suficiente para não nos deixar órfãos de sua revelação. Mistério sim, misterioso, jamais!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s