A disciplina de Deus

Eis que eu estou contra ti, diz o Senhor dos Exércitos; queimarei na fumaça os teus carros, a espada devorará os teus leõezinhos, arrancarei da terra a tua presa, e já não se ouvirá a voz dos teus embaixadores. (Naum 2.13)

O livro do Profeta Naum deveria ser mais lido pela liderança cristã. Nele temos a clara dimensão de que a história não “acontece do nada”, mas é determinada por Deus. Neste mover de Deus, ele ensina e disciplina o seu povo. É cíclico, na história de Israel, a questão do distanciamento do povo de Deus e as consequências disto. O povo se distancia, sofre por seu pecado, aprende, se arrepende e volta-se novamente para Deus.

Os métodos de Deus exercer sua disciplina são muitos. Isto nos revela que nenhum pecado é mais aceitável que o outro, ou seja, ele exerce a disciplina conforme a necessidade e o meio pelo qual ele deseja nos corrigir. Ele não busca nos humilhar por humilhar. Quando nos humilha, o faz afim de nos ensinar quem somos e quem é o Senhor na relação. Ele é soberano e sabe a melhor maneira de corrigir.

Como líderes de uma comunidade cristã, temos que ter a certeza de que erramos e, ao errarmos, seremos alvos da disciplina de Deus. A Igreja não é perfeita, tampouco sua liderança. Líderes erram, e uma das maneiras de vivermos nossa vocação é assumindo nossos erros diante de Deus e também diante de nossa comunidade. Sejamos humildes e peçamos a Deus sabedoria e misericórdia para aceitar e aprender com sua disciplina.

Que Deus nos abençoe
Reverendo Giovanni Alecrim
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.