Puxa uma cadeira e vamos conversar

A vida devocional é de suma importância para o cristão e, para nós, pastores, não é diferente. Conheça, neste artigo, a Lectio Divina.

puxaumacadeiraevamosconversar

Me diga, andorinha, você que já voou o mundo inteiro
Se houve um momento só, por cima de um continente,
Por sobre qualquer cidade, em que te faltou o céu?
Será que o infinito espaço a teu redor é suficiente
Pra voares livre e viver feliz?

Me diga, peixinho dourado, senhor do vasto oceano
Que brinca nas correntezas, se esconde em velhos navios
Mergulha nas profundezas, sem nunca chegar ao fim
Será que os 7 mares que são teus têm bastante água
Pra nadares livre e viver feliz?

Puxa uma cadeira, minh’alma, que eu quero te perguntar
Porque me roubas a calma, me botas tristeza no olhar?
Vamos entrar num acordo, vida tranquila viver
Lembra daquilo que o Mestre falou:
“A minha Graça te basta!”
(Stênio Marcius, Acordo, em Canções à meia noite)

Todo cristão é capaz de afirmar, sem erro, que um dos pilares da vida com Deus é a vida devocional. Devocional nasce da devoção. Uma vida devocional não se restringe só ao momento de leitura e oração. Esta afirmação tem sido usada por muitos cristãos para justificar o fato de não reservarem um momento de reflexão e oração com Deus, seja de manhã, à tarde ou à noite. Uma vida devocional pressupõe um momento de solidão com Deus, ou no mínimo, um momento em família com Deus. Jesus, o recomendar uma vida de oração, ele afirma

“É assim que eu quero que vocês façam:encontrem um local tranquilo e isolado, de modo que não sejam tentados a interpretar diante de Deus. Apenas fiquem lá, tão simples e honestamente quanto conseguirem. Desse modo, o centro da atenção será Deus, não vocês, e vocês começarão a perceber sua graça.”
(Mateus 6.6).

Portanto, uma vida devocional pressupõe um momento a sós com Deus e o reflexo deste momento a sós é o testemunho em todos os aspectos da vida.

Existem diversa formas de se levar uma vida devocional. Gosto da imagem de Stênio: puxar uma cadeira e sentar para conversar, tanto conosco mesmo, quanto com Deus. Esta é a proposta de uma prática de conversa com Deus, devocional, conhecida como Lectio Divina. A base é o texto de Mateus 6.6 que citamos acima.

A Lectio Divina é uma prática devocional, portanto diária, profundamente difundida no cristianismo oriental e que vem ganhando praticantes no cristianismo ocidental. Os Católicos Romanos latino-americanos têm difundido a prática em nosso continente e ela vem ganhando força entre Católicos Romanos e Reformados em nosso país. O termo Lectio Divina significa Leitura Divina e é comumente traduzido como Leitura Orante. O método fundamenta-se em quatro pilares de relacionamento direto com Deus e sua Palavra. O presente artigo visa apresentar o histórico, os quatro pilares e os passos para a prática da Lectio Divina. Ao final, temos algumas sugestões de roteiros, extraídas de algumas Bíblias de Estudo.

Histórico

A origem da prática da Lectio Divina remonta aos primórdios do cristianismo. Há quem afirme que Jesus, ao se retirar para orar, praticasse os quatro pilares do que hoje conhecemos como Lectio Divina.

“Em seguida, subiu a uma montanha onde pôde ficar sozinho e orar. E ali ficou até tarde da noite.”
(Mateus 14.23)

“Ainda não havia amanhecido, quando ele se levantou e retirou- se para orar num lugar isolado”
(Marcos 1.35)

“Por essa mesma época, ele foi orar na montanha. Ali ficou a noite inteira em oração, na presença de Deus”
(Lucas 6.12)

A prática da Leitura Orante é registrada por historiadores no dia a dia de mosteiros. Ganhou força institucional no meio Católico Romano em meados do século passado e hoje é praticado por cristãos de todo o mundo, inclusive no meio Reformado. O Projeto Timóteo, grupo de pastores, a maioria de tradição Reformada, que tem como missão “alimentar a vocação pastoral incentivando a espiritualidade, a amizade e a missão” faz uso da Lectio Divina em seus retiros, como prática devocional.

Os quatro pilares

A Lectio Divina fundamenta-se em quatro pilares: Lectio, Meditatio, Oratio e Contemplatio.

Lectio é a Leitura do texto bíblico. O objetivo não é analisar o texto mas sim escutar o texto.

Meditatio é a Meditação do texto bíblico. O objetivo não é escrever um compêndio, mas sim escutar o texto sem necessariamente olhar para ele.

Oratio é a Oração. O objetivo é responder ao que Deus nos falou, é derramar-se diante de Deus.

Contemplatio é a Contemplação. O objetivo é silenciar diante de Deus, deixando que o silêncio prepare o seu coração para agir em resposta ao que Deus falou ao seu coração.

Os seis passos

Pensando nos quatro pilares, proponho uma dinâmica para a prática da Lectio Divina. São seis passos para você se colocar diante de Deus e permitir que ele fale ao seu coração.

Passo 1: Preparação
Reserve um horário e um local. Eu recomendo que você faça sentado, tendo uma mesa de apoio. No horário reservado não permita que nada interfira no seu momento com Deus: Desligue celular, telefone, computador, tablet, etc. O tempo é determinado por você e por Deus. Você pode ficar dez minutos a uma hora, alguns estudiosos recomendam não se exceder demais no tempo, mas também não reduzir demais. Separe sua Bíblia, uma caneta e um caderno/caderneta para anotação. É importante que você escreva, à mão, o que será pedido nos passos seguintes. Por que? Porque o computador, tablet e celular podem fazer você dispersar e o seu foco, durante a Lectio Divina, é sua conversa com Deus. Aquiete o coração e a alma

Passo 2: Leitura (Lectio)
É o momento em que você abre a palavra e lê. Aleatoriamente? Não. Você pode seguir um roteiro de leitura ou um calendário litúrgico diário. Ao final, eu proponho alguns roteiros que você pode seguir. Abra um texto e leia no mínimo três vezes. Eu costumo fazer da seguinte maneira: Uma primeira leitura em silêncio. Uma pausa com os olhos fechados. Uma segunda leitura, em voz audível. Uma pausa com os olhos fechados. Uma terceira leitura, pausada.

Passo 3: Meditação (Meditatio)
É o primeiro momento prolongado de quietude. O que o texto falou para você, durante as leituras que fez dele? Aquiete o máximo possível o seu coração e procure lembrar as palavras que você leu. O que elas significam para você? Como as atitudes e sentenças do texto que você leu falam com sua vida hoje? Estas perguntas devem ser respondidas em seu coração, sem necessariamente olhar para a Bíblia.

Passo 4: Oração (Oratio)
É a sua resposta à Deus. Aqui, precisamos quebrar o paradigma da oração falada apenas. Pegue sua caneta e caderno e escreva Data, Hora, Referência Lida, Oração: e escreva a sua oração. A oração escrita fixa melhor o seu entendimento a respeito do que Deus falou durante a meditação e leitura. Não precisa ser uma oração de uma página inteira. O tamanho deve ser pautado pela sua reação ao que o texto falou.

Passo 5: Contemplação (Contemplatio)
É o silêncio diante de Deus. Você vai sair, vai encerrar seu momento de devoção. Procure manter-se em silêncio e volte-se para Deus. Você já leu a Palavra, meditou, orou e agora você se coloca em silêncio para sentir na alma e no corpo a presença de Deus. Para nós, cristãos do ocidente, esta prática pode nos remeter à meditação oriental e, de fato, é muito semelhante. Não se deixe levar pelos ruídos externos e internos. Silencie-se diante de Deus e permita que ele fale ao seu coração, pelo silêncio.

Passo 6: Ação
Você encerrou seu momento de devoção. Antes de levantar-se e voltar para sua rotina, escreva, abaixo de sua oração, uma frase que contenha uma atitude que você deve ter para viver o que Deus falou com você naquele momento. Ao terminar de escrever, adore a Deus pelo momento de devoção e feche seu caderno e sua Bíblia, mas lembre-se de deixar seu coração e alma abertos para ser um instrumento nas mãos do Senhor.

Uma observação importante: a prática da Lectio Divina pode ser individual ou em grupo. No caso de fazer em grupo, incentivamos, após a Contemplação, que cada um leia a sua oração, como forma de partilhar sua reação diante da Palavra de Deus.

O desafio para nós é reservarmos um espaço, no nosso dia, para puxarmos uma cadeira e conversarmos com Deus. A Lectio Divina nos ensina a aquietar a alma e ouvir Deus falar. Tal prática traz o fortalecimento de nossa fé e de nossa união com o Corpo de Cristo, portanto, puxe uma cadeira e convide Deus para uma conversa, mesmo que silenciosa.

Roteiros

Abaixo alguns roteiros que você pode seguir em sua jornada diária. Você pode usar uma passagem por dia ou dividir uma mesma passagem em diversos dias. Você também pode buscar em Bíblias de Estudo tabelas temáticas para servir de roteiro.

Algumas parábolas de Jesus Orações da Bíblia Aspectos da vida de Paulo
Lucas 10.30-37 Gênesis 20.17-18 Atos 22.3
Mateus 12.43-45 1Samuel 1.10-18 Filipenses 3.5
Lucas 18.9-14 2Crônicas 14.10-11 Atos 16.37
Lucas 15.11-32 Daniel 9.1-19 Atos 22.25-28
Mateus 25.31-46 Daniel 2.19-23 Atos 23.6
João 10.1-16 2Samuel 7.18-28 Atos 26.5
Lucas 16.19-31 1Crônicas 17.16-27 Filipenses 3.5
Mateus 13.3-8 1Samuel 23.10-13 Atos 18.3
Mateus 13.44 1Crônicas 29.10-20 Atos 20.34
Mateus 13.24-30 Tiago 5.17-18 1Coríntios 4.12
Mateus 13.33 1Reis 1-5; 18.1 1Tessalonicenses 2.9
Lucas 15.3-7 1Reis 18.36-37 Atos 7.58
Mateus 13.45-46 1Reis 17.19-22 Atos 8.1
Mateus 13.47-50 2Reis 6.17-20 Atos 9.1-2
Mateus 13.31-32 Gênesis 24.12-52 Gálatas 1.13-14
João 15.1-6 Esdras 9.5-15 1Timóteo 1.13
Mateus 25.1-13 2Crônicas 30.18-20 Atos 9.1-18
Mateus 21.33-44 2Reis 20.1-6 Gálatas 1.15-16
Mateus 24.14-30 2Reis 19.14-19 Gálatas 1.17-21
Alguns milagres de Jesus Habacuque 3.1-2 Atos 11.25-26
Mateus 8.23-27 Habacuque 3.3-7 Atos 11.30
Mateus 15.32-38 Habacuque 3.8-16 Atos 12.25
Marcos 6.48-51 Habacuque 3.17-19 Atos 13.1-3
Lucas 5.4-11 2Reis 20.8-11 Atos 13.1–14.28
João 2.1-11 Gênesis 25.21 Atos 15.1-35
Lucas 17.11-19 1Crônicas 4.9-10 Atos 15.36–18.22
João 5.1-19 Gênesis 32.9-12 Atos 18.23–20.38
Mateus 9.20-22 2Reis 13.1-5 Atos 21.26-36
Marcos 8.22-26 Jeremias 42.1-6 Atos 21.40–22.21
Marcos 7.32-37 Jeremias 32.16-25 Atos 22.30–23.10
Lucas 14.1-6 Jonas 2.1-10 Atos 23.12-22
Mateus 9.32-37 2Crônicas 20.5-12 Atos 23.23–24.27
Marcos 1.21-27 2Crônicas 33.12-13 Atos 24.27–25.12
Marcos 5.1-15 Juízes 13.8 Atos 26.1-32
Êxodo 8.8-13 Atos 27.1–28.31
O caminho do perdão Números 14.13-19 Gálatas 4.13-14
Êxodo 34.7-9 Números 12.13-14 1Coríntios 7.7
Levítico 24.15 Deuteronômio 3.23-25 2Coríntios 11.23-33
Salmo 32.1-5 Neemias 1.4-11 Romanos 16.1-24
Salmo 51.1-2 Esdras 8.21-23 Filipenses 4.10-22
Isaías 1.18 Neemias 9.6-37 Colossenses 4.7-17
Mateus 6.12 1Reis 3.6-14 2Timóteo 4.19-21
Marcos 1.4 1Reis 8.22-61 1Coríntios 15.8-9
Lucas 1.77 2Crônicas 6.12-42 Efésios 3.8-9
Atos 2.38 2Crônicas 6.1-3
Atos 13.38-39 1Samuel 7.9-10 Aspectos da vida de Pedro
Levítico 16 Juízes 15.18-19 João 1.40-44
Mateus 9.1-8 Juízes 16.28-30 João 6.8
Lucas 7.36-50 Salmo 6 Mateus 4.18-19
Mateus 26.28 Salmo 32 Mateus 10.1-4
Efésios 1.7 Salmo 38 Lucas 8.51
Hebreus 10.12-18 Salmo 51 Lucas 9.28
Tiago 5.15-16 Salmo 102 Lucas 22.8
1João 5.16 Salmo 130 João 21.15-24
Marcos 3.29-30 Salmo 143 Mateus 14.28
João 20.21-23 Lucas 10.21 Mateus 16.16-22
Bem aventurado João 11.41-42 Lucas 12.41
Mateus 5.1-12 Mateus 26.39-44 Lucas 21.3
Mateus 11.6 Marcos 14.35-41 Atos 4.13
Mateus 13.16 Lucas 22.41-46 Mateus 8.14
Mateus 16.16-17 João 17.1-26 Marcos 11.20-25
Lucas 6.20-22 Lucas 3.21 Lucas 5.1-10
Lucas 11.28 Lucas 5.16 João 21.1-14
Lucas 12.37-43 Lucas 9.18 Mateus 16.13-20
Lucas 14.15 Lucas 9.29 Mateus 17.1-13
Lucas 23.29 Mateus 6.9-13 João 6.68
João 13.17 Lucas 23.34 Mateus 26.31-46
João 20.29 2Coríntios 12.8-9 Mateus 26.60-75
Atos 20.35 Efésios 1.15-19 Lucas 22.31-32
Romanos 4.7-8 Efésios 3.14-21 João 13.6-10
Romanos 14.22 Colossenses 1.9-14 João 18.10-11
Tiago 1.12 Atos 9.40 João 18.15-18
Tiago 5.11 Atos 4.24-31 Marcos 16.7-8
1Pedro 3.14 Atos 12.5-12 Lucas 24.34
1Pedro 4.14 Lucas 2.28-32 João 20.2-10
Apocalipse 1.3 1Tessalonicensses 5.17 João 21.1-19
Apocalipse 14.13 João 21.15-17
Apocalipse 16.15 Atos 2.14-22
Apocalipse 19.9 Atos 3.1–4.22
Apocalipse 20.6 Atos 10.1–11-18
Apocalipse 22.7-14 Atos 15.7-11
Gálatas 1.18
Gálatas 2.11-14
Atos 12.1-5
Gálatas 1.18
Gálatas 2.7-14
1Pedro 1.1-2
2Pedro 2.1-2

Reverendo Giovanni Alecrim
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.